Páginas

domingo, 20 de julho de 2014

Do lado de lá da objectiva

Se há hobby (ou profissão) que eu não me importaria de ter é a de "cool hunter". Entre outras coisas, observa o que se usa nas ruas e veste um papel de investigador social.
Na verdade, não posso percorrer as ruas das principais cidades, não posso abandonar a minha família de câmara na mão e, tenho pouco ou nenhum jeito para tirar grandes fotos. Por isso, e felizmente que existem, vou buscar inspirações a quem o faz como ninguém, neste caso, o americano fotografo e blogger (entre muitas outras e importantes coisas) Scott Schuman.
Autor do blogue The sartorialist, há quase 10 anos é também colaborador de algumas revistas de moda internacionais.
Percorre cidades e capta, como poucos, o que a moda faz pelas ruas de todo o mundo.
Fiz uma selecção para partilhar e escolhi o tema: Pele.
Espero que gostem!








domingo, 13 de julho de 2014

As ruas inspiram a moda.

Há dias, ouvindo uma conceituada designer portuguesa, voltei a pensar no conceito street style. Foi por esse fascínio que comecei o blogue há uns anos e é por aí que continuarei a estar atenta. Segundo ela (e eu assino por baixo) aquele que foi antes um movimento de tribos urbanas, que se distinguiam pela sua forma de expressão, agora globalizou-se. 
Chegou a um ponto que, ao andarmos na rua vemos todos vestidos de igual, como clones, e se olharmos para as montras das principais lojas de Fast Fashion o mesmo acontece. Nada de novo, e as peças repetem-se de loja em loja.
Pergunto, mas este não deveria ser o processo inverso? os criadores apresentam as colecções que vão para as lojas e que depois nos inspiram, certo?
Pelos visto não. O street style ganhou um peso tal, e com ele algumas das mais visitadas bloggers internacionais, que a inspiração das grandes marcas está mesmo nas ruas.
Resta saber até onde vai a criatividade do cidadão comum e como se sairá na sua nova condição de trendsetter. 
Para já, deixo-vos alguns looks inspiradores para estes dias quentes. Sejamos mais ou menos sensíveis ao tema (streetstyle) é quase impossível não sermos influenciados por este que faz parte também da chamada cultura visual.
Espero que gostem.